Marketing

Como Marketing Digital pode te ajudar a vender na crise

2/7/2020

Muitas situações difíceis surgem durante as crises, ainda mais quando há uma soma entre a crise na saúde e a crise na economia. Nesses momentos é comum e sensato que haja cortes de gastos, por parte das empresas, em busca de se manterem durante a recessão, instabilidade e incertezas sobre o dia de amanhã. 

O fato é que esses acontecimentos estão fora do controle das empresas. Eles estão no tão conhecido e, ao mesmo tempo, desconhecido: “ambiente externo”. 

Mas, o que fazer para cortar gastos e ao mesmo tempo continuar vendendo, em meio à crise? 

Nesse artigo vamos explicar como sua empresa pode fazer isso, focando o seu tempo e recursos no marketing digital. Acompanhe! 

O que fazer em meio à crise

Antes de falarmos sobre o porquê investir no marketing digital, é importante entender o que fazer em meio à crise para sobreviver ao momento. Afinal, uma empresa é formada por diversos departamentos interligados, ou seja, um setor afeta o outro, diretamente

Por isso, o mais correto a se fazer é analisar o impacto de cada decisão. Por exemplo, se a empresa precisa continuar vendendo, é preciso considerar como um corte de investimentos em marketing pode afetar essa necessidade. 

Entendendo que o papel do marketing é gerar demanda e fidelizar clientes. Faz algum sentido cortar totalmente o seu orçamento em um momento de queda das vendas? Certamente, que não! 

Esse é o momento de planejar e investir corretamente naquilo que tem maior potencial de retorno a curto prazo e é aí que entra em cena o marketing digital. 


Por que investir no Marketing Digital 

A internet é parte fundamental da jornada de compra da maioria dos consumidores, há um bom tempo, e nos momentos de crise passa a ser ainda mais utilizada, para consultas e troca de informações entre os consumidores. 

Quando há uma crise os recursos ficam limitados e o comportamento de consumo muda. As compras por impulso acontecem, geralmente, apenas para os produtos e serviços que são essenciais. E economizar ao máximo é a prioridade da maioria dos clientes. 

Assim, o marketing digital é a forma mais eficaz para sua empresa ser encontrada por clientes potenciais, aqueles que estão procurando pelos seus produtos e serviços. 

Estar presente nas redes sociais, nos resultados de buscas do Google, por e-mail, WhatsApp e canais do YouTube, por exemplo, são algumas das ações que ajudarão a sua empresa a se manter no campo de visão e interesse do seu público-alvo. 

O marketing digital também trará clareza sobre o retorno do seu investimento, sendo possível saber quais ações e canais estão trazendo o maior resultado de conversão em vendas. 

Sem contar que o investimento necessário, para começar suas campanhas no marketing digital, é bem menor que o custo do marketing tradicional! 

Mas, para que você consiga ter sucesso, não basta copiar o que outras empresas estão fazendo. E é sobre isso que vamos falar a seguir. 

Como vender em meio à crise, com o Marketing Digital 

O primeiro passo para conseguir vender em meio à crise, é entender como o comportamento dos seus consumidores foi afetado. Para isso, você pode participar de grupos nas redes sociais, acompanhar o que estão falando e quais tem sido suas prioridades. Até mesmo entrar em contato, diretamente, para perguntar como estão e sondar o ambiente. 

Os casos de cancelamentos de compras que estavam em andamento ou de contratos de serviços, com a sua empresa, também são uma grande fonte de aprendizado. Descobrir a causa desses cancelamentos pode te ajudar a entender o que mudou realmente. 

Uma vez que você consiga entender, ao menos um pouco, como está a mente dos seus consumidores, é possível aproveitar o potencial de alcance da internet para criar estratégias de curto, médio e longo prazo. 

Estratégias para retorno em curto prazo 


As estratégias de curto prazo, são direcionadas para o momento em que seu potencial cliente está considerando ou decidindo de quem comprar. 

Dentre as ações mais comuns e indicadas, estão as campanhas de anúncio no Google e em Redes Sociais. Essas campanhas podem ser usadas para que sua empresa apareça nos resultados de busca ou como uma forma de remarketing. 

As campanhas de remarketing são usadas para mostrar sua empresa, produto ou oferta, para as pessoas que já visitaram o seu site, abandonaram o carrinho de compras na sua loja virtual ou que visitaram suas redes sociais, por exemplo. 

O e-mail marketing também pode ser muito eficaz nesse momento. Você pode fazer ofertas específicas para sua base de clientes, como uma forma de upselling, por exemplo. 

Estratégias de médio e longo prazo 

Parece óbvio que, em momentos de baixo volume de vendas, seja mais sensato investir em estratégias de curto prazo, correto? Correto! 

Porém, não manter um mínimo de estratégias de médio e longo prazo, pode comprometer os ganhos futuros do seu negócio. Afinal, todos esperamos que a crise passe e tudo volte ao mais normal possível, não é mesmo? 

As mais conhecidas e utilizadas são o Marketing de Conteúdo e o Inbound Marketing. Essas estratégias não visam o retorno imediato, o que não quer dizer que não possa acontecer. 

O principal objetivo é a construção de relacionamentos com o mercado consumidor, aumentam a percepção e valor da sua marca, melhoram a reputação, autoridade e credibilidade do seu negócio. 

O ideal é que se consiga manter, tanto as ações que buscam o retorno imediato, quanto as de médio e longo prazo. Distribuir corretamente o seu orçamento, entre essas ações, pode impactar diretamente na sobrevivência da sua empresa. 

Em meio à crise não podemos subestimar nenhuma decisão ou mudança dos mercados, uma vez que, no mundo globalizado e cada vez mais conectado, em que vivemos, tudo pode se tornar uma reação em cadeia. 

Agora que você já sabe como o marketing digital pode te ajudar a vender em meio à crise, o que acha de falar com um especialista da TAKET, para te ajudar a organizar e desenvolver suas campanhas? Ficaremos felizes em te ajudar nesse momento! 


Compartilhar:
veja todos os posts do blog